segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Mulher é suspeita de matar namorado PM com tiro no peito

Pamela Maciel de Assis, de 28 anos, mulher do PM Renato Augusto Barbosa, encontrado morto em casa, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, na madrugada desta segunda-feira (28), foi presa em flagrante por agentes da Delegacia de Homicídios (DH). O soldado, lotado foi atingido por um tiro no peito. A Polícia Civil e a Corregedoria da PM investigam se o agente foi assassinado ou se ele se suicidou. Pâmela foi presa em flagrante pelo crime de fraude processual. Logo após a polícia chegar na casa, a mulher entregou aos agentes a pistola funcional do marido. Inicialmente, ela afirmou que o marido teria se matado com a arma após uma discussão entre os dois. Segundo o primeiro relato da mulher aos policiais, o casal estava em casa com amigos, quando o PM se desentendeu com a mulher após ingerir uma grande quantidade de bebida alcooólica. Ainda de acordo com a versão de Pâmela, o marido teria ido sozinho para o quarto do casal, deixando a mulher com os convidados. Logo depois, Pamela teria ouvido um disparo de arma de fogo e foi até o quarto, onde encontrou Renato caído com um disparo no peito. (Ibahia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.