terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Vivendo em Berlim, Jean Wyllys revela que recusou asilo na França

O ex-deputado do PSOL, Jean Wyllys, revelou em coletiva de imprensa realizada em Berlim, na Alemanha, nesta segunda-feira (18), que recusou asilo político na França. Jean Wyllys atualmente está vivendo na capitão alemã, com ajuda de amigos. Durante entrevista, Wyllys contou que ainda não tem onde morar, mas que busca uma bolsa de estudo para fazer doutorado na capital alemã. “Não tenho moradia, conto com ajuda de amigos. Ainda não tenho um novo trabalho. Provavelmente vou me inscrever em um programa de doutorado. Existem conversas com instituições que podem me receber como pesquisador, como professor visitante”, afirmou o psolista. Segundo Jean, o asilo político na França não seria algo ideal para ele. “O asilo político é um instituto que demora um tempo. Há outras pessoas que precisam de asilo político. Para mim, permanecer aqui com um visto de estudante ou pesquisador é muito melhor do que um asilo político”, declarou. Wyllys também fez duras críticas a Bolsonaro, que teria comemorado em uma rede social sua renuncia ao cargo de deputado federal. “Não basta ser um imbecil e incompetente que nada sabe sobre economia, políticas de saúde, educação, moradia e infraestrutura. Tem que ser esse debochado, um moleque que trata a democracia dessa maneira. É o nível do presidente do Brasil”, ressaltou. (Varela)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.