sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Homem passa três dias preso em fenda após escorregar em montanha

O cambojano Sum Bora, de 28 anos, foi resgatado nesta quarta-feira (7) após passar aproximadamente três dias preso numa fenda rochosa de difícil acesso em uma montanha na província de Battambang, no Camboja. De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), o homem andava no local à procura de excrementos de morcegos, no último domingo (4), quando sua lanterna caiu num buraco. Ele tentou recuperá-la, mas acabou escorregando e ficou entalado no vão.   Preocupados com o desaparecimento de Sum Bora (que já durava três dias), familiares começaram a fazer buscas na região, conforme informou o jornal local Cambodia’s Fresh News. O homem acabou sendo localizado pelo irmão, que pediu ajuda para resgatá-lo do local. Fotos divulgadas pela polícia local registraram os trabalhos para executar a operação. Cerca de 200 pessoas participaram do resgate, que incluiu quebrar as pedras ao redor do homem para poder retirá-lo em segurança. A ação levou cerca de dez horas. Retirado no início da noite de quarta, Sum Bora estava bastante fraco e debilitado. Ele foi levado a um hospital da região.

Bem diferente de “127 Horas”
O caso repercutiu e fez internautas relacionarem o acidente ao filme “127 Horas”, estrelado por James Franco, e que mostra um aventureiro passando o tempo citado no título preso em um cânion. Para se salvar, ele faz algo dramático – e que é considerado spoiler. A história de Sum Bora, no entanto, tem nuances diferentes e longe de serem turísticas. Isso porque, no Camboja, os excrementos de morcegos têm valor comercial para pessoas mais pobres. Os excrementos dos animais são vendidos a agricultores da região, que utilizam as fezes como fertilizante. O país, inclusive, é um dos mais pobres do mundo, segundo dados mais recentes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Aproximadamente 35% da população vive abaixo da linha de pobreza. (hs24horas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.