quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Valença: Prefeito demite funcionário acusado de pedofilia após conclusão de processo administrativo

O diário oficial do município de Valença, no Baixo Sul do estado, publicou nesta quarta (14) o parecer final do processo administrativo 0001/2018 que investigou e acusa o funcionário da secretaria de Educação, da Prefeitura, Clemilson Rodrigues, de crimes de pedofilia. (Clique aqui e confira).

O relatório exposto ao público traz detalhes resumidos acerca das vítimas, três menores de 14 e um de 7 anos, que foram abusados por Clemilson quando dirigia a Escola Municipal Aloísio Evangelista da Fonseca, e teve os pais dos menores como testemunhas durante a investigação realizada por três funcionários da rede municipal de ensino.

O Ministério Público do Estado da Bahia também recebeu cópias dos depoimentos das vítimas e do réu, e conta com três promotores envolvidos na ação que poderão pedir a prisão do acusado, que foi reconhecido por suas vítimas durante as investigações da comissão.


Conclusão
A comissão entendeu como grave os registros da oitiva de testemunhas , relatando ainda que a conduta do acusado de pedofilia seria reincidente, já que em 2015 o mesmo teve afastamento pelo mesmo fato. “A escolha de conduta imprópria por parte de um professor de nível fundamental, sendo suas vítimas menores de idade, em situação de vulnerabilidade causa repulsa na sociedade e sentimentos primitivos naquele que tem acesso a este tipo de notícia”, consta escrito no relatório da comissão que sugeriu ao prefeito Ricardo Moura (PSD) a demissão do servidor, assinado pelos servidores Luiz Inácio, Rogério Guimarães e Fábio Santos,sendo acatado em seguida.

A secretária Rosana Silva Moura, da Administração, determinou publicação na íntegra do parecer da comissão e da decisão do gestor no DOM.

Cabe recurso ao prefeito, por parte do funcionário, que já esta há quase dois anos afastado de suas atividades.

Livre tentou contato com Clemilson, mas não conseguiu atendimento no telefone celular discado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.