domingo, 27 de outubro de 2019

Eleições presidenciais ocorrem na Argentina e no Uruguai neste domingo (27)

-Foto: Arquivo Pessoal/TwitterMilhares de argentinos e uruguaios vão às urnas neste domingo (27) para escolher seus lideres políticos. Eles decidirão os cargos de presidente e vice, além de senadores e deputados. Os colégios eleitorais abrem às 08h e as votações serão encerradas às 18h.

As eleições podem alterar a correlação de forças na América Latina, onde a Bolívia recentemente delegou o quarto mandato consecutivo a Evo Morales. No Chile, uma onda crescente de manifestações populares ocorrem contra o governo neoliberal de Sebastián Piñera.

Argentina – As eleições primárias, realizadas em agosto no país, apontaram para uma vitória em primeiro turno da chapa de Alberto Fernandez e Cristina Kirchner. Na disputa, eles receberam 47% dos votos. Mauricio Macri, o atual presidente do país, recebeu 32%. Ele tem como vice Miguel Ángelo Pichetto.


Caso essa diferença se mantenha, Alberto Fernandez vence em primeiro turno. Na Argentina, é necessário 45% dos votos ou 40% e dez pontos de vantagem em relação ao segundo colocado.

Em terceiro lugar nas pesquisas, aparece Roberto Lavagna, que tem cerca de 8% das intenções de voto e é candidato pela coalizão Consenso Federal. São candidatos à presidência também Nicolás del Caño, da coalizão Frente de Esquerda; José Luis Espert, da Unite; e Juan Centurión, da Frente Nós. Os 3 últimos têm entre 1% e 3% das intenções de voto. (Bahia.Ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.