domingo, 27 de outubro de 2019

Tinder é condenado pela Justiça a pagar R$ 9 mil por manter perfil falso de homem

-Foto: ReproduçãoO Tinder, aplicativo de relacionamento mundialmente conhecido, foi condenado a pagar R$ 9 mil a um homem que teve as fotos e o nome utilizados em um perfil falso na plataforma. A decisão, tomada pela Justiça na última quinta-feira (24), foi tomada pelo juiz André Alexandre Happke, do 1º Juizado Especial Cível da comarca de Chapecó, em Santa Catarina. Segundo o despacho do magistrado, o perfil só foi retirado após a determinação judicial e sob pagamento de multa diária de R$ 200.

Conforme noticiou o UOL, a vítima observou ao longo do processo que comunicou a empresa responsável, mas que não obteve sucesso para a retirada do perfil. Por isso procurou a Justiça, que determinou a solução do problema. 


“A fiscalização prévia das informações prestadas na web não é atividade inerente ao provedor da internet ou empresa demandada, mas ao ser avisada que alguém reproduz conteúdo falso com imagens pessoais, deixando isso bem claro e demonstrado, o mínimo que se espera é a imediata retirada, o que funciona com facilidade em outros conteúdos muito menos relevantes que esse”, escreveu o juiz no despacho.

O juiz responsável pela decisão negou que se tratasse de um tipo de censura à informação ou violação à liberdade de expressão de alguém, mas a violação do direito de imagem individual de um cidadão. 

Ao longo do processo, a defesa do Tinder afirmou que só poderia tirar o perfil do ar mediante decisão judicial. Além disso, salientou que não caberia pagamento de dados morais pois cumpriu a determinação assim que foi notificada judicialmente. A indenização de R$ 9 mil será acrescida de juros e correção monetária, desde a data em que o Tinder foi informada do perfil falso. 

O processo corre em segredo de Justiça e a decisão ainda cabe recurso. (Bahia Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.