sábado, 30 de novembro de 2019

Sete pessoas passam mais de oito horas reféns em bar no Rio de Janeiro

-Sete pessoas foram feitas reféns por mais de oito horas em um bar na Lapa, Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira (29). De acordo com a Agência Brasil, a invasão ao bar teria sido motivada por desavenças entre o sequestrador e a dona do estabelecimento.

O sequestro começou por volta das 14h quando um homem armado com um facão invadiu o Bar da Preta e fez sete pessoas reféns, entre elas, funcionários da Empresa Brasil de Comunicação. Eles só foram liberados por volta de 22h40, quando policiais invadiram o bar e imobilizaram o criminoso com o uso de uma arma de eletrochoque.


“Ele levou um tiro de eletrochoque pelo Bope. Foi preso, será levado para a delegacia”, informou o porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess. A polícia realizou buscas no local para checar se havia armas no estabelecimento.

O genro da dona do bar, João Gomes, contou ao jornal Extra que o sequestrador prometeu se vingar após uma confusão que ocorreu há duas semanas. Na ocasião, um policial à paisana teria disparado um tiro para o alto para dispersar o tumulto. “Não ficamos aberto até tarde até porque nessa região da Lapa as coisas fecham mais cedo. Nada justifica isso”, lamentou Gomes. (BN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.