quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Defesa Civil confirma 54 mortes por causa da chuva em Minas

Desde a última sexta-feira (24), 54 pessoas morreram por causa das chuvas em Minas Gerais. De acordo com o balanço divulgado pela Defesa Civil Estadual na manhã desta quarta-feira (29), 38.703 pessoas estão desalojadas e outras 8.157, desabrigadas, perderam suas casas no estado.

Acompanhe a cobertura em tempo real
Até o momento, 65 pessoas ficaram feridas. O número de pessoas mortas aumentou em relação ao boletim divulgado na noite desta terça-feira, que indicava 52 óbitos. Duas pessoas, uma em Tabuleiro, na Zona da Mata e uma em Conselheiro Lafaiete seguem desaparecidas.


As duas últimas mortes registradas pela Defesa Civil aconteceram em Nova Lima, na Região Metropolitana, de BH, na noite desta terça-feira, e em Tabuleiro, na Zona da Mata. A cidade onde mais pessoas morreram é Belo Horizonte. Foram 13 óbitos na capital, conforme a Defesa Civil.

Uma pessoa morre após cair em cratera na MG-133 em Tabuleiro — Foto: Corpo de Bombeiros/DivulgaçãoUma pessoa morre após cair em cratera na MG-133 em Tabuleiro — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Uma pessoa morre após cair em cratera na MG-133 em Tabuleiro — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação


Cidades em situação de emergência
O governo federam já reconheceu situação de emergência em 101 cidades. A medida vale por 180 dias e possibilita ações mais céleres para a recuperação dos estragos e auxílio à população. Todos os órgãos estaduais estão autorizados a atuar nos trabalhos sob coordenação da Defesa Civil de MG.(g1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.