quarta-feira, 25 de março de 2020

Bolsonaro teria dito que a “galera do Coronavirus” nunca fez parte do grupo de colaboradores dele

Após tomar conhecimento do vídeo da “galera do Coronavirus” de Valença, no Baixo Sul da Bahia, o presidente  Jair Bolsonaro (Sem partido) teria comentado que jamais seus verdadeiros apoiadores fariam algo do tipo e adjetivou a ação como criminosa.

A informação chegou ao jornalista Wellingthon Anunpciação após diálogo com um assessor de um deputado federal da base do presidente. “Soube que ele (Bolsonaro) disse que esta turma não é dele e que pode ter sido até armação para macular imagem dele como a mídia faz diariamente”, disse à fonte que pediu sigilo.

Com isso os apoiadores de Bolsonaro deverão não ter apoio do presidente caso sejam investigados pelo Ministério Público Estadual.(Livre Noticias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.