terça-feira, 3 de março de 2020

Foragido da Justiça, vereador de Ilhéus se entrega à polícia em Salvad

-Falsidade ideológica, fraudes em licitações e contratos, desvio de verbas, corrupção – ativa e passiva -, além de lavagem de dinheiro. Os crimes, todos atribuídos ao vereador Lukas Pinheiro Paiva (PSB), são pontos de uma operação do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA).

Lukas, que não conseguiu reverter a prisão preventiva solicitada pela Promotoria, é ex-presidente da Câmara em Ilhéus, no extremo sul do estado, mas se entregou na sede da Polícia Civil, na Piedade, em Salvador. Por meio da assessoria, a pasta confirmou ao bahia.ba que o suspeito se apresentou voluntariamente na tarde desta segunda-feira (2), sem dar maiores informações.


Segundo pesquisa realizada pela reportagem no Portal de Consultas e Processos do Tribunal de Justiça da Bahia (e-SAJ/TJ-BA), Lukas Pinheiro Paiva é réu em oito processos, sendo seis deles na 1ª Vara Criminal de Ilhéus, e outros três na 1ª Vara da Fazenda do mesmo município. Na ação movida pelo MP-BA, contudo, ainda não há registro da apresentação do vereador à polícia.

O bahia.ba tentou contato com o advogado que representa Lukas, Thales Habib, mas não obteve retornos. Procurada pela reportagem, a Promotoria também não retornou o contato. (Bahia.ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.