domingo, 22 de março de 2020

Valença: Após gravar vídeo dizendo que iriam contrair e transmitir coronavírus, homens pedem desculpas; assista

-Após um vídeo viralizar e causar revolta nas redes sociais, com um grupo de homens, vestidos com camisas amarelas, em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, e dizendo que iriam contrair e transmitir o coronavírus à população de Valença, dois participantes das imagens se desculparam com a sociedade, neste sábado (21).

Os homens, identificados como Gil e Alan, dizem que o ato foi “um passo em falso” e uma “brincadeira de mau gosto”. Gil, que publicou o pedido de desculpas nas redes sociais, disse que tudo não passou de uma “tentativa de se fazer uma manifestação de apoio ao presidente”, o que acabou, segundo ele, virando um episódio “de emoção”.

No mesmo vídeo, eles afirmaram que as palavras do grupo, “de forma alguma, podem ser usadas contra o presidente Jair Bolsonaro”, que não pode ser representado pelo que eles disseram na gravação polêmica.

“Era um momento em que não estava na pandemia. Nós imaginávamos que o vírus fosse uma coisa que fosse passar e não fosse ter a repercussão que tem”, disseram. Eles ainda ressaltaram que as imagens foram gravadas no dia 15 de março, quando grupos fizeram atos pró-bolsonaro em diversas cidades do país.

O estado de pandemia pelo coronavírus foi decretado no dia 11 de março pela Organização Mundial de Saúde. Até a noite deste sábado, a Covid-19, doença causada pelo coronavírus, já tinha matado mais de 12 mil pessoas e infectou outras quase 300 mil.

ASSISTA:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.