quinta-feira, 16 de abril de 2020

Prefeitura de Feira de Santana flexibiliza decreto, e comércio volta a funcionar parcialmente

-A prefeitura de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, flexibilizou um decreto para que alguns pontos comerciais da cidade voltem a funcionar a partir de quinta-feira (16).

De acordo com a prefeitura, a flexibilização vale para todas as empresas do comércio, de serviços, indústrias e outros estabelecimentos considerados essenciais e que representem baixo risco em relação ao contágio.

Além dessa medida, o prefeito Colbert Martins Filho anunciou que vai reduzir o próprio salário em 20%, pelo período inicial de dois meses, e em 15% a remuneração dos seus secretários, pelo mesmo período.


Em relação aos servidores em geral (exceto os da área de saúde e vinculados a outros serviços considerados essenciais), o corte será de 10%. O valor arrecadado, conforme o prefeito, será utilizado em ações voltadas para pessoas de maior vulnerabilidade social no município.

Confira os estabelecimentos que foram autorizados a voltarem a funcionar:

Farmácias
Lojas de peças para veículos automotivos em geral
Lojas de material de construção em geral
Lojas de cimento
Lojas de tintas
Lojas de ferragens
Lojas de material elétrico e hidráulico
Lojas de fertilizantes
Lojas de material de limpeza
Lojas de Equipamentos de Proteção Individual
Abatedouros de frango
Açougue
Supermercados
Mercearias
Armazéns
Atacadões
Lojas de alimentos naturais
Distribuidor de alimentos
Distribuidor de gás
Lojas de produtos médicos e veterinários
Lojas de rações
Distribuidora de produtos médicos
Madeireiras
Lojas de aluguel de equipamentos para construção
Lojas de lubrificantes
Lojas de implementos agrícolas
Lojas de pneus
Lojas de produtos agropecuário e fertilizantes
Empresas Imobiliárias
Distribuidora de água mineral
Empresas de call center
Empresas de manutenção e limpeza
Empresas Limpa fossas
Empresas de delivery
Hotéis
Pousadas
Motéis
Locadoras de veículos
Empresas de tecnologia e processamento de dados
Lavanderias
Transportadoras
Empresas de emplacamentos
Serviço odontológico
Serviço oftamologico
Corretoras de seguros
Empresas de publicidades e comunicação
Agências de viagens
Oficinas de automóveis
Oficinas de motocicletas
Oficinas de bicicletas
Oficinas eletrodomésticas
Oficinas de tratores e veículos pesados
Oficinas de equipamentos industriais
Autoescolas
Clínicas
Hospitais
Laboratórios
Consultórios diversos
Convênios de Saúde
Serviços de contabilidade
Instituições bancárias
Casas Lotéricas
Postos de gasolina
Serviços veterinários e petshop
Transporte público
Transporte de valores
Transportadoras de todos os níveis
Serviços de frete
Segurança privada
Borracharias
Indústria de produtos automotivos
Indústria de vestuários
Indústria de calçados
Indústria de alimentos
Indústrias químicas e saneantes
Indústria de bebidas
indústrias metalúrgicas
Indústria de plásticos
Indústrias de panificação
Indústrias gráficas
Indústria de Fertilizantes
Indústria de equipamentos médicos
Indústria da construção civil (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.