quinta-feira, 9 de julho de 2020

Mucugê: TJ-BA bloqueia R$ 13,4 milhões de ex-prefeita; caso se refere à venda de lotes


Uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) decretou a indisponibilidade de bens no valor de R$ 13,4 milhões da ex-prefeita de Mucugê, na Chapada Diamantina, Ana Olímpia Hora Medrado. A decisão é desta quinta-feira (9) e foi tomada pela desembargadora Ilona Márcia Reis. A magistrada aceitou pedido de liminar da prefeitura de Mucugê.

No recurso, a gestão atual cobrava a devolução do valor, agora indisponível, que seria o montante oriundo da venda de 150 lotes do Loteamento João Oliveira. Conforme a acusação, Medrado teria vendido os lotes de posse do Município sem transparência na escolha dos beneficiários, além vende-los por preço considerado irrisório, o que revelaria improbidade administrativa [ato ilegal cometido por agente público].

Ainda segundo a gestão atual, o valor de R$ 13,4 milhões seria o prejuízo mínimo causado pela ex-prefeita, considerando que o preço médio de imóveis urbanos em Mucugê seja de R$ 40 mil. (BN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.