terça-feira, 18 de agosto de 2020

Trump responde ataques de Michelle Obama na convenção democrata

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, respondeu as críticas feitas pela ex-primeira-dama Michelle Obama em seu discurso na convenção democrata, na qual Joe Biden será confirmado como candidato à Casa Branca.

A ex-primeira-dama afirmou na segunda-feira, 17, à noite que Trump é o presidente “equivocado” para o país e o descreveu como um líder divisivo, com uma absoluta “falta de empatia”, que não está à altura do desafio da pandemia e da crise econômica associada.

Trump respondeu nesta terça-feira, 18, e atacou o antecessor, Barack Obama, assim como Biden, que foi seu vice-presidente.

“Por favor alguém explique a @MichelleObama que Donald J. Trump não estaria aqui, na bela Casa Branca, se não fosse pelo trabalho feito por seu marido, Barack Obama”, afirmou o presidente.

Trump – que se gabou da força da economia, com índices de desemprego reduzidos até o início da pandemia de coronavírus – afirmou que a situação está melhorando rapidamente.

“Meu governo e eu construímos a maior economia da história, de qualquer país”, tuitou o presidente, embora os Estados Unidos apresentem o balanço mais grave do coronavírus, com mais de 170 mil mortos, e o desemprego supere a taxa de 10%.


O republicano afirmou que a economia está se recuperando, assim como os empregos, e mencionou os níveis recordes do índice tecnológico da Bolsa, o Nasdaq.


“O resto vai seguir”, completou Trump.


O ex-presidente Barack Obama vai discursar na quarta-feira, na terceira noite da convenção para oficializar a candidatura de Biden, que lidera as pesquisas para as eleições de 3 de novembro. (A Tarde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.