segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Lucho Arce é eleito presidente da Bolívia no primeiro turno



O ex-ministro da Economia Luis Arce Catacora, conhecido como Lucho Arce, foi vencedor das eleições gerais da Bolívia. A vitória do candidato apoiado por Evo Morales foi reconhecida pela presidente interina do país, Jeanine Añez. A Bolívia “voltou à democracia. Vamos trabalhar por todos os bolivianos, vamos constituir um governo de unidade nacional”, declarou Arce, sucessor do ex-líder socialista, em entrevista coletiva. Ele falou dos seus planos para liderar o país, enquanto a contagem de votos mal ultrapassava os 5% e manifestou a vontade de responder às expectativas dos eleitores.

De Buenos Aires, o ex-presidente Evo Morales garantiu que o seu partido, o MAS, ganhou as eleições e que Luis Arce será o novo presidente.

“Assinalam-me que houve uma vitória do Movimento Ao Socialismo, do irmão Lucho [Luis Arce] presidente e o irmão David [David Choquehuanca] vice-presidente. Além disso, o MAS terá maioria nas duas câmaras da Assembleia Legislativa. Irmãos da Bolívia e do mundo, Lucho será o nosso presidente”, assegurou o ex-presidente.

A empresa de pesquisas Ciesmori, que fez uma projeção para as redes de televisão Unitel e Bolivision, dá 52,4% dos votos ao candidato presidencial do MAS. Em segundo lugar aparece Carlos Mesa, da Comunidade Cidadã, com 31,5%. Os resultados dessa pesquisa diferem daquelas feitas antes de domingo, que apontavam segundo turno entre Arce e Mesa. O tribunal eleitoral, o governo interino da Bolívia e as missões internacionais de observadores pediram calma enquanto se aguarda o resultado oficial, que pode levar vários dias. (Metro1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.