terça-feira, 10 de novembro de 2020

Operação da Cavalo de Aço: PRF retira de circulação 152 veículos irregulares em SAJ e outras cidades baianas



No último domingo (08), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) finalizou mais uma etapa da Operação Cavalo de Aço. Iniciada na sexta-feira (06), a operação teve como foco intensificar a fiscalização aos veículos de duas rodas.

Com o crescente número de ocorrências envolvendo motocicletas e similares, a fiscalização específica a este tipo de veículo acontece com frequência nas estradas federais que cortam nosso estado e tem como foco prevenir e reprimir o cometimento de infrações de trânsito e crimes na região, sobretudo os praticados com o uso de motocicletas, proporcionando maior segurança aos usuários das rodovias federais.

A escolha da PRF para os locais de desencadeamento de Operações Temáticas, como a Operação Cavalo de Aço, é baseada em estudos estatísticos e de policiamento orientado que definem locais e horários para sua realização, principalmente, em situações que envolvam veículos de duas rodas.

Foram retiradas de circulação 152 veículos por apresentarem irregularidades na documentação, estado de conservação e ausência equipamentos obrigatório.

Nos três dias de execução das atividades, os policiais fiscalizaram os condutores, veículos e suas documentações, buscando identificar possíveis infrações ou delitos. Foram fiscalizados 528 veículos e 594 pessoas, lavrados 399 autos de infrações por irregularidades diversas, com destaque para o elevado número de condutores de motocicletas que não possuíam Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e não utilizavam capacete, bem como foi flagrado um grande número de ultrapassagens em local proibido. Transitar com o veículo indevidamente licenciado, também foi uma das infrações mais flagradas. No combate à criminalidade, quatro pessoas foram detidas.

Merece destaque desta X etapa da Cavalo de Aço, a ocorrência registrada no último dia da operação (08) com a prisão de condutor de um automóvel FIAT/ Uno Mille alcoolizado. Era por volta das 10h00, equipe da PRF realizava fiscalização voltada à prevenção de acidentes e fiscalização a veículos de duas rodas quando usuários da rodovia entraram em contato denunciando que o condutor de um Uno de cor cinza, estava dirigindo de forma perigosa, fazendo zigue-zague pela rodovia, na eminência de causar algum acidente, colocando em risco a segurança de todos. Os motoristas relataram também que para evitar a colisão frontal tinham que desviar para o acostamento e frear bruscamente. Após interceptar o carro, os policiais perceberam sinais evidentes de embriaguez, porém, o condutor de 48 anos recusou-se a ‘soprar’ o bafômetro. Foi lavrado um Termo de Constatação de Embriaguez e os policiais deram voz de prisão ao homem que foi apresentado à autoridade de plantão pelo crime de dirigir sob efeito de álcool.

A PRF alerta que muitos dos acidentes envolvendo motocicletas, motonetas ou ciclomotores ocorrem por imprudência ou até mesmo imperícia do condutor. O número de motociclistas flagrados dirigindo sem habilitação ou sem usar o capacete é determinante na quantidade e gravidade dos acidentes envolvendo veículos de duas rodas. (Ascom)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.