terça-feira, 8 de dezembro de 2020

Doria e Dino vão ao STF para liberar aquisição de vacinas sem aprovação da Anvisa



O governador de São Paulo, João Doria, disse que irá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para iniciar a vacinação contra o coronavírus no estado se até “meados de janeiro” a Anvisa não tiver liberado a CoronaVac. O governador do Maranhão, Flávio Dino, seguiu pelo mesmo caminho e já entrou com uma ação na corte. 

Dino quer liberar a aquisição de imunizantes que não estejam aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas tenham autorização de agências sanitárias internacionais. Já em São Paulo, Dória pretende esperar a liberação da Anvisa, mas se não ocorrer até janeiro, ele afirma que o governo optará pela judicialização do problema.

O presidente Jair Bolsonaro indicou em novembro um militar, próximo a ele, para assumir uma das diretorias da Anvisa responsáveis por dar sinal verde a novos medicamentos, incluindo imunizantes. (Metro1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO: Não serão aceitos comentários com teor ofensivo, difamatório ou contendo palavras de baixo calão.